Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Estórias da Horta

Feito no passado

 
Sempre adorei ponto-de-cruz. Houvesse algo novo, algum tecido e lá estava eu a imaginar algo diferente, algo que pudesse criar com aquele tecido.
Às portas de ir para a universidade, bordei este lençol, com as minhas iniciais. Acabei por o usar só depois de casada, nas camas dos miúdos. Um dos meus muitos trabalhos em ponto-de-cruz.

Feito no passado

 

 
Esta manta fi-la ainda jovem. Cortei os triângulos, empenhei tempo e amor nela, e que prazer me deu a fazer. Agora, mais de 20 anos depois, acompanha-nos em piqueniques, e saídas para o exterior. Serve para nos sentarmos, os príncipes brincarem ou dormirem nela.